/ News
Última atualização do site há 11 meses atrás, clique aqui para ter acesso a todas as publicações
Megan Fox, nova estrela do Travel Channel conversa com a Forbes
Publicado no dia 02.01.2019 por arquivado nas categorias: Entrevistas , Legends of the Lost with Megan Fox

As grandes estrelas sobre viagens têm sido predominantemente masculinas. Pense: Anthony Bourdain, Bear Grylls, Rick Steves, Levison Wood e muitos outros. Com exceção de Samantha Brown, há poucas figuras femininas de longa data no espaço da mídia de viagens, apesar do fato de as mulheres continuarem a representar a grande maioria dos viajantes.

Em 2018, vimos Jennifer Aniston assumir o papel de porta-voz da Emirates Airlines; a chef e escritora de culinária, Samin Nosrat, viaja pelo mundo na série da Netflix, “Salt Fat Acid Heat”; e mais recentemente, a atriz Megan Fox se tornou a mais nova estrela do Travel Channel com seu programa “Legends Of The Lost with Megan Fox”, que estreou em dezembro de 2018.

Perseguindo uma paixão por culturas antigas, o espetáculo – concebido e produzido por Fox – segue sua jornada pelo globo para examinar mitos e mistérios antigos. Em entrevista para FORBES, ela fala como fez isso acontecer.

Leia abaixo a tradução:

Como “Legends of the Lost with Megan Fox” surgiu? Foi sua ideia desde o início?

Sim, foi ideia minha. Eu montei o show por quase dois anos depois de ter encontrado uma produtora. Estávamos em primeiro lugar com sinal verde e em pré-produção em um serviço de streaming, mas infelizmente isso não aconteceu… Então começamos tudo de novo. Eventualmente, ganhou um novo formato no Travel Channel.

Você não é apenas a estrela do show, mas também a produtora executiva.

Eu amo ser produtora executiva! É difícil emprestar sua imagem e voz para algo quando você tem muito pouco ou nenhum controle sobre o produto final, mas neste caso, eu tenho muito mais mãos. Eu sinto uma tremenda sensação de alívio disso.

Como você escolheu quais tópicos e locais cobrir?

Escolhemos um formato que consideramos mais adequado para o público do Travel Channel. A ideia é que lançamos luz sobre novas descobertas que estão ocorrendo em torno de locais com os quais o espectador já estaria familiarizado.

Este papel não é necessariamente o que o público esperava de você, e o primeiro episódio, “Viking Women Warriors”, quase indiretamente, aborda esta classificação e as noções pré-concebidas sobre você e as mulheres em geral. Isso foi intencional?

Eu levei para o ar esse episódio primeiro porque eu sinto que é tão atual e relevante para a maior conversa que estamos tendo como sociedade agora. Pessoalmente, relaciono-me com, como você diz, limitada a assumir uma identidade – não de minha própria autoria, mas sim o produto da mentalidade patriarcal coletiva condicionada.

Você é tão aberto sobre o fato de não ter o histórico acadêmico formal, mas tem a paixão por esse projeto. É muito acessível como você segue sua curiosidade. Como tem funcionado para você até agora?

Comecei nesta jornada sentindo-me bastante confiante em meu conhecimento sobre a maioria desses assuntos, mas logo depois de me encontrar com arqueólogos e outros especialistas, percebi que há uma enorme disparidade entre ler apaixonadamente – e exaustivamente pesquisar no Google! – um assunto e ter realmente passado toda a sua vida adulta pesquisando e depois descobrindo-a ativamente.

Você falou sobre uma experiência de transformação que você teve durante as filmagens de “Transformers: Revenge of the Fallen” (Transformers: A Vingança dos Derrotados” em Gizé, cidade no Egito. Você já teve alguma experiência de formação ao filmar este show?

Sim, eu me encontrei com um casal nativo americano que me ensinou sobre algumas de suas tradições e as lendas de gigantes que governaram tribos antigas na América. Dando uma plataforma para a voz das pessoas americanas é algo que eu me tornei muito apaixonada, e espero poder fazer mais trabalhos nesta área no futuro.

Para onde você gostaria de ir e quais tópicos você gostaria de abordar a seguir?

Alguns dos meus tópicos favoritos agora seria Göbekli Tepe, [um sítio arqueológico na Turquia que remonta ao décimo oitavo milênio a.C] e arqueologistas estão naquela paisagem… Uma interessante trifeta existe aqui: o Sudário de Turim, a Arca da Aliança e a Cidade Perdida dos Gigantes.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Compartilhe com seus amigos!
Aproveite para ler também:
Espere! Não se vá antes de deixar o seu comentário sobre o post
O Portal Megan Fox não possui nenhum tipo de contato com a Megan ou alguém próximo a ela, tampouco somos ela, somos apenas um fã site feito por fãs e para fãs a fim de informar e unir os fãs da atriz no Brasil. Todo o conteúdo postado aqui pertence a equipe do Portal Megan Fox, caso utilize pedimos que dê os devidos créditos à nós, fica proibida a cópia total ou parcial deste layout assim como, também deste site! Esperamos que tenham gostado da visita e voltem sempre!
error: Content is protected !!